quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Alone in the night




A noite chega, a escuridão também...
Com ela os meus pensamentos e recordações tornam-se mais acentuados, e percorrem-me como se de uma brisa de ar frio se trata-se, com ela arrepio-me ... ela invade-me...
Quero sentir o calor dos teu braços, o teu cheiro, a tua força...
Olho a minha volta ...
não te vejo, fico triste...
mas quando esse olhar, percorrendo os recantos no meio da escuridão te atinge, um sorriso invade-me , um sorriso incontrolavel pois posso tocar-te e senir-te, e até beijar-te e assim permaneço junto de ti querendo que demore muito o amanhecer, e que a noite se torne eterna e longa...

4 comentários:

Dark Night Walker disse...

E se o tempo pudesse parar, nem que fosse por meros segundos... Melhor se aproveitavam certos momentos (nem que fossem simples trocas de olhares).
Gostei.
Um abraço

barb michelen disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Miguel disse...

Excelente texto...

a_Dreamer disse...

Esta um texo interessante...
simplicidade, expressividade...

..agora e so continuar a publicar mais alguns...

Abracao
fica bem